quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Coral de Vozes da Santa Casa se apresenta para os pacientes do hospital

Coral de Vozes da Santa Casa é composto por colaboradores do hospital e realiza apresentações nas enfermarias
Tocado pela magia do espírito natalino, o Coral de Vozes da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) está levando música, alegria e conforto aos pacientes do hospital. Nesta terça-feira (12/12) o Coral de Vozes realizou apresentação na Enfermaria São Joaquim.

Num clima de muita felicidade, o grupo de colaboradores, qu compõe o coral, passou em todos os quartos da enfermaria aliviando a angústia dos paciente internados no setor. Com músicas natalinas como Noite Feliz, Bate o Sino, Pinheirinho de Natal, entre outras, funcionários, acompanhantes e pacientes se confraternizaram sob as bênçãos do Menino Jesus. Durante a visita, foram distribuídos sabonetes aos pacientes.  
Pacientes receberam sabonete durante a visita do Coral de Vozes da Santa Casa
 Veja o Vídeo


Instituto Neurológico São Lucas





SERVIÇO

Santa Casa de Sobral realiza a quinta edição do Encontro dos Transplantados

Momento do encontro dos pacientes que receberam uma nova córnea e voltaram a enxergar
Na manhã da quarta-feira (13/12), a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) realizou o V Encontro dos Transplantados. O evento faz parte das atividades em comemoração ao Dia Nacional do Doador de Córnea, comemorado em todo País no dia 13 de dezembro, quando também é homenageada Santa Luzia, protetora dos olhos e da visão, segundo os cristãos. 
O encontro contou com a presença do Padre Bosco Linhares (Diretor Financeiro/SCMS), Dr. Ribamar Fernandes Filho (Responsável pelo Banco de Olhos/SCMS), os enfermeiros: Lucila Albuquerque (Diretora de Enfermagem/SCMS) e Iranildo Fontenele (Equipe Técnica Banco de Olhos/SCMS) e Leônia Aragão (Coordenadora do Serviço Social/SCMS).
Na ocasião, foi comemorada a marca dos 300 transplantes de córneas realizados no hospital. Também participou do encontro a equipe da Unidade de Captação e Transplantes da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, pacientes transplantados e seus familiares. O evento foi realizado do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE/SCMS), quando pacientes relataram as suas experiências antes e depois do transplante, histórias emocionantes carregadas de esperança e alegria. Foi enfatizada, ainda, a importância da doação de órgãos para que outras vidas sejam salvas e no caso das córneas, para que as pessoas que haviam perdido a alegria de viver encontrem de novo a felicidade e a alegria de ver a luz.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Santa Casa realiza treinamento em segurança do trabalho para colaboradores externos

João Neto, técnico em segurança no trabalho e colaboradores da SPATE Engenharia
Na última segunda-feira (11/12), a equipe de segurança do trabalho da Santa Casa de Misericórdia de Sobral do Serviço Especializado de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) realizou Treinamentos Interno Obrigatório (TIO) para os colaboradores das empresas que prestam serviço ao hospital. Na oportunidade, foram contemplados com a capacitação funcionários das empresas:  Refrier Refrigeração, Benvenute CPR Rouparia  e SPATE Engenharia. 
João Neto, técnico em segurança no trabalho e colaboradores da Benevute CPR Rouparia
Durante o TIO foram abordados as seguintes Normas Regulamentadoras  NR01 Disposição gerais, NR06 Uso do EPIS (Equipamento de Proteção Individual), NR32 Segurança e serviços de saúde Hospitalar, NR35 Trabalho em altura, NR18 Segurança na Indústria da Construção civil, NR10 Segurança em serviços de eletricidade, além das principais formas de prevenção de acidentes e tipos de riscos em ambiente hospitalar.
João Neto, tec.egusrança no trabalho, e colaboradores externos
 Além de atender a política de capacitação proposta pela Santa Casa, o objetivo do treinamento aos colaboradores externos é garantir a segurança de todos que trabalham no hospital, bem como dos pacientes, acompanhantes e demais usuários. "A nossa missão é dar suporte à segurança no trabalho de todos os nossos colaboradores, na prevenção de acidentes", explica o técnico em segurança do trabalho da Santa Casa, João Neto. 

Leite causa pedras nos rins? - Dr. Bruno Mapurunga (Médico Urologista)

Não! Embora o cálcio esteja presente em cerca de 80% dos cálculos renais, o excesso da ingestão de cálcio raramente é a causa. Na realidade, a restrição na ingestão de cálcio aumenta o risco da cálculos renais. Sempre que houver alguma dúvida procure seu médico!
Faça check up anualmente com seu urologista e previna-se!


Dica do blog - Ministério da Saúde


terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Santa Casa de Misericórdia de Sobral comemora 300 transplantes de córneas realizados no hospital



Paciente após transplante com o Dr. Ribamar Fernandes Filho, equipe de enfermagem e acadêmicos da Medicina/UFC
“Não suporto mais a dor no meu olho, estou a uma semana sem conseguir dormir e sofro todos os dias por estar perdendo a visão dele. Tomara que com esta córnea nova, que irei receber, eu consiga curar minha doença”. Foi com esse pensamento que a dona Antônia Lucielma Jorge, de 44 anos, chegou ao Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) para realizar seu transplante de córnea. Emocionada, ela conta como recebeu a notícia de que o procedimento estava marcado. “Quando me falaram, eu e a minha mãe choramos de alegria”, afirma ela. Complicações decorrentes de uma grave infecção ocular, de duração de três semanas, causaram destruição em 90% da córnea de dona Lucielma, que passou a enxergar apenas vultos e a sentir muita dor no olho direito.
Dr. Ribamar Fernandes Filho durante cirurgia
 Na tarde desta terça-feira (05/12), ela se submeteu ao transplante. A cirurgia foi um sucesso. Esse foi o 300° (trecentésimo) transplante de córnea realizado na Santa Casa. No ano passado, foram realizados 85 transplantes. Este ano, o número chega a 67. “Ficamos muito felizes e temos que comemorar, porque isso retrata o atendimento de qualidade prestado de maneira contínua, onde quase na sua totalidade é financiado pelo SUS”, afirma o médico oftalmologista, Dr. José Ribamar Fernandes Filho, responsável técnico pelo Banco de Olhos da SCMS.
Potencial
Para o Diretor Geral da Santa Casa, Padre Francisco Júnior Melo, o Hospital segue firme no propósito de se tornar uma instituição de excelência no ensino, pesquisa e assistência, que tem à frente o Revmº Bispo de Sobral, Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, Provedor desta instituição. “A marca atingida dos 300 transplantes representa o potencial do hospital em realizar procedimentos de alta complexidade que pode ser muito bem exemplificado pelos transplantes realizados. Esta marca mostra a capacidade técnica e de trabalho dos profissionais, vencendo as barreiras e valorizando o ser humano”, explica Padre Júnior Melo.
Equipe do Banco de Olhos da Santa Casa de Misericórdia de Sobral com a paciente e familiar
Entretanto, nada disso seria possível sem um doador e o consentimento de sua família. Os gestos de solidariedade espontânea de uma doação permitirão que a SCMS possa ajudar muitas pessoas a terem uma nova chance de vida com um transplante de córnea. Por isso, é tão importante o consentimento das famílias para a Doação de Córneas. A SCMS dispõe de uma Organização de Procura de Órgãos (OPO), por meio do Ministério da Saúde, que são equipes médicas responsáveis pela vigilância dos casos de Morte Encefálica (ME) nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) do hospital. Na hora certa diga um SIM à doação de órgãos e tecidos
Ensino

Dr. Ribamar Fernandes Filho durante primeira revisão da paciente pós-transplante na Santa Casa
Além de ser o único hospital do interior do Ceará, a dispor de um Banco de Olhos, a Santa Casa, também é Hospital de Ensino desde 2007. Com isso, a Universidade Federal do Ceará (UFC), através do seu Curso de Medicina de Sobral, instalado neste município desde 2001, também vem contribuindo para o avanço e o sucesso das atividades de ensino realizadas na área da Oftalmologia, coordenadas pelo Dr. Ribamar Fernandes Filho, Professor Efetivo deste Curso. É importante destacar a parceria exitosa da SCMS e a UFC, que vem contando com apoio do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE), do hospital, sob a direção do Prof. Dr. Vicente Pinto.  
Acd, Matheus Lopes, Dr.Ribamar Filho, Lucielma e Acd. Mariana Araújo
Evento
Na próxima quarta-feira (13/12), a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) realizará o V Encontro dos Transplantados. O evento faz parte das atividades em comemoração ao Dia Nacional do Doador de Córnea, comemorado em todo País no dia 13 de dezembro, quando também é homenageada Santa Luzia, protetora dos olhos e da visão, segundo os cristãos. Na ocasião, também será comemorada a marca dos 300 transplantes de córneas realizados no hospital. O encontro vai contar com a participação de toda a equipe da Unidade de Captação e Transplantes, de transplantados e da Santa Casa de Misericórdia de Sobral. O evento será realizado a partir das 8h, no auditório do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE/SCMS).
Histórico dos Transplantes de Córneas na Santa Casa de Misericórdia de Sobral.
•    No dia 23 de Julho de 2011, na Santa Casa de Misericórdia de Sobral foi realizado o 1° Transplante de Córnea na Macrorregião Norte do Ceará. O paciente tinha 57 anos, natural de Forquilha. O mesmo era portador de uma úlcera de córnea, e estava perdendo a visão de forma muito rápida, sendo necessário o transplante em caráter de urgência.
•    No dia 24 de Setembro de 2014, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral inaugura a estrutura física do Banco de Olhos da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) “Dr. Vicente Abdias Fernandes” com o objetivo de ajudar muitas pessoas que precisavam de um transplante de córneas.
•    No dia 25 de Janeiro de 2016, o Banco de Olhos da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) “Dr. Vicente Abdias Fernandes” foi credenciado/autorizado pelo Ministério da Saúde e pela Vigilância Sanitária para seu funcionamento através da  publicação no Diário Oficial da União, da Portaria nº 78, de 22 de janeiro de 2016 dando todos os direitos, onde além de fazer a captação de córneas, também ser responsável pela avaliação, processamento, armazenamento e distribuição destes tecidos para a Central de Notificação, Captação e Doação de Órgãos do Estado do Ceará (CNCDO).
•    No dia 6 de dezembro de 2016, o Ceará zerou a fila de espera de transplantes de córnea, depois de 34 anos realizando esse procedimento, iniciado em 1982. Desde a implantação da Central de Transplantes, em 1998. “Fila zero” de córnea é uma meta estabelecida pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO) e indica a situação em que o paciente que precisar de um transplante não necessita esperar pelo tecido porque ele já está disponível para a cirurgia.
•    No dia 05 de Dezembro de 2017, o hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral atingiu a marca de 300 transplantes de córneas.

Créditos: Vanderley Moreira (Jornalista)
Colaboração: Dr. José Ribamar Fernandes Filho
                      Kelson Viana

Hemoce de Sobral é destaque em Excelência em Gestão dentre todos os Hemocentros do Estado

O Hemoce de Sobral foi agraciado nesta terça-feira (5) com a Premiação Ouro pela Excelência em Gestão dentre todos os Hemocentros Regionais do Estado. Durante a solenidade, realizada em Fortaleza, o gestor da unidade sobralense Régis Araújo ferreira Gomes, representou o corpo funcional da instituição. “Essa premiação foi um resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido a alguns anos por todos que fazem essa instituição. Quando se tem uma equipe comprometida, desenvolvendo um trabalho com amor o resultado não poderia ser diferente. Gostaria imensamente de parabenizar o Dr. José Gerardo, por ter conduzido com tanta competência e carinho todos os processos que levaram a esta premiação”, destacou Régis ao agradecer o reconhecimento.
Fonte: O Sobralense

Saúde Pública | Sobral registra a menor Taxa de Mortalidade Infantil da história

O município de Sobral registrou, em novembro, a menor Taxa de Mortalidade Infantil (7,48) de sua série histórica. O número é 18,25% menor que o registrado em 2016. A Taxa de Mortalidade Infantil é um importante indicador de desenvolvimento socioeconômico de uma população, sendo reflexo direto da implementação de políticas públicas comprometidas com o bem-estar de gestantes e crianças. A taxa corresponde  à razão entre o número de óbitos de crianças até  um ano e o número de nascidos vivos.

Nas duas últimas décadas, Sobral vem consolidando números decrescentes, situando a cidade em lugar de destaque frente aos registros do Estado e do País. Em 2016, a taxa de mortalidade infantil no Brasil foi de 14,44, no Ceará de 14,63, e em Sobral de 9,15. Em 1996, a cidade apresentava uma taxa de 54,67, o que representa uma redução  nos óbitos infantis de 86% em duas décadas, uma queda duas vezes maior do que a obtida pelo Brasil.

Dentre as ações implementadas, a Política Pública Municipal Trevo de Quatro Folhas, iniciada em 2001, tem se destacado como uma estratégia efetiva para redução da mortalidade materno-infantil. No âmbito desta Política, o Projeto Coala atende a recém-nascidos prematuros em casa, realizando monitoramento constante do peso e de sinais de risco, enquanto o Projeto Mães Sociais e  o Apoio Alimentar dão assistência às gestantes e crianças em  situação de vulnerabilidade social.


A Estratégia Saúde da Família, com 100% de cobertura em  Sobral, assegura  a assistência pré-natal das gestantes  e o acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento infantil, ordenando a Rede de Atenção Materno-Infantil. Por outro lado, na Atenção Especializada, a ampliação das UTIs Neonatais aumentou o número  de leitos para internação e tem contribuído para estes bons resultados.

Fonte: Assessoria PMS

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Médico egresso do Curso de Sobral da UFC é aprovado em primeiro lugar para Residência Médica na USP

Dr. Elpídio Ribeiro, ex-aluno da FAMED Sobral
O Blog Encontro Com a Saúde parabeniza o médico, Dr. Elpídio Ribeiro, egresso da 11ª turma do Curso de Medicina de Sobral da Universidade Federal do Ceará. A saudação do Blog é pela aprovação do Dr. Elpídio Ribeiro, em primeiro lugar, na Residência Médica em Cirurgia Vascular do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP. O sucesso de mais um egresso do Curso de Medicina da UFC/Sobral, obtendo o primeiro lugar em prova tão concorrida de Residência Médica no sul do País, em umas das melhores Faculdades do Brasil, é a prova iminente da boa formação dos estudantes do Curso de Sobral. Ele é médico sobralense, egresso da 11ª Turma (2009-2015) do Curso de Medicina/UFC-Sobral e um exemplo vitorioso, não somente para os seus familiares e amigos, mas também para todos da Instituição que acompanharam a sua trajetória enquanto acadêmico disciplinado e brilhante.

Dica do Laboratório Clínico de Sobral - cuidado com o sal

Coloque menos sal e mais saúde no seu dia a dia

Diminua os riscos da hipertensão, alimentando-se bem, reduzindo a quantidade de sódio nas suas refeições e comendo mais frutas. Junte tudo isso à prática de atividades físicas e consultas médicas regulares. Essa é a melhor receita para combater a hipertensão e ter uma vida mais leve e saudável.
 Laboratório Clínico de Sobral sempre preocupado com você e a qualidade de seus exames! Visite a unidade ao lado do North Shopping Sobral




Novas diretrizes publicadas sobre obesidade pediátrica e preconceito

A American Academy of Pediatrics e a Obesity Society emitiram uma declaração conjunta de política sobre o preconceito infantil e em adolescentes com experiência em obesidade.
"Embora sejam realizados muitos esforços para ajudar crianças e adultos a alcançar e a manter um peso saudável, muitos desses esforços não abordam as consequências sociais da obesidade, especificamente aquelas relacionadas ao preconceito e à discriminação", escrevem os autores.
O Dr. Stephen J. Pont, do Texas Center for the Prevention and Treatment of Childhood Obesity, Dell Children's Medical Center of Central Texas, Ascension, Austin, e do Departamento de Pediatria da Dell Medical School na University of Texas, em Austin, e colaboradores, apresentam a declaração de política em um artigo publicado on-line em 20 de novembro em na Pediatrics.
"Tratar crianças e adolescentes com obesidade significa mais do que apenas mudar hábitos nutricionais e de atividade física. É também necessário abordar o impacto social e emocional que o excesso de peso pode ter na qualidade de vida", disse o Dr. Pont em um comunicado à imprensa.
"Por meio destas novas recomendações esperamos incentivar abordagens mais eficazes e empáticas na maneira pela qual abordamos e cuidamos de crianças e famílias com obesidade."
Embora alguns acreditem que o preconceito relacionado ao excesso de peso ou à obesidade pode motivar os pacientes a realizar mudanças positivas, ele induz a alguns comportamentos nocivos, incluindo compulsão alimentar, isolamento social, evasão de serviços de saúde, redução da atividade física e aumento de peso adicional ao longo do tempo. Estes comportamentos podem exacerbar a obesidade e tornar ainda mais difíceis as mudanças saudáveis de comportamento.
"Os jovens enfrentam a provocação e a vitimização na escola, pelos colegas, devido ao peso, mas às vezes também em casa, pelos pais", disse no comunicado a coautora Rebecca Puhl, PhD, vice-diretora do Rudd Center for Food Policy and Obesity e do  Department of Human Development and Family Studies, da University of Connecticut, em Storrs, e membro da Obesity Society.
"Esta questão precisa estar no radar dos profissionais de saúde pediátricos, que podem estar entre os poucos aliados a oferecer apoio e ajudar a evitar que os jovens prejudiquem ainda mais essas experiências."
Os pediatras e os profissionais de saúde pediátrica devem modelar o comportamento solidário e imparcial em relação a crianças e famílias com obesidade, incluindo o reconhecimento da complexa etiologia da obesidade. Eles devem "usar linguagem apropriada, sensível e não preconceituosa durante a comunicação sobre o peso com os jovens, as famílias e outros membros da equipe de cuidados pediátricos", escrevem os autores. Os exemplos incluem o uso da linguagem "que privilegia as pessoas", como "criança com obesidade" em vez de "criança obesa".
Nos registros clínicos e ao se comunicarem com pacientes e famílias, os clínicos e os profissionais de saúde devem usar linguagem sensível ao paciente, como "peso prejudicial" ou "peso muito prejudicial" em vez de "obesos" ou "obesos mórbidos".
Os pediatras devem usar "abordagens para a mudança de comportamento empáticas e centradas no paciente", incluindo entrevistas motivacionais como uma estrutura para ajudar pacientes e famílias a realizar mudanças saudáveis.
"Crie um espaço seguro, acolhedor e não preconceituoso para jovens com obesidade e suas famílias", escrevem os autores. Isso inclui acomodar os pacientes com vários tamanhos de corpo em todo o ambiente clínico.
Os clínicos devem avaliar os pacientes com relação ao bullying baseado no peso observando "comorbidades físicas, mas também emocionais e exposições negativas associadas à obesidade, incluindo bullying, baixa autoestima, desempenho escolar fraco, depressão e ansiedade".
Os pediatras e os profissionais de saúde pediátrica também devem lutar contra o preconceito relacionado ao peso, trabalhando com as escolas para garantir que as políticas antibullying abordem o bullying baseado em peso; trabalhar para melhorar a descrição das pessoas com obesidade na mídia; defender a inclusão de treinamento sobre preconceito relacionado ao peso nas escolas de medicina, nos programas de residência e educação médica contínua; e trabalhar "para capacitar famílias e pacientes para gerenciar e enfrentar o preconceito relacionado ao peso nas escolas, nas comunidades e nas próprias casas", explicam os autores.
"Ao avaliar os próprios vieses de peso, modelar a comunicação e o comportamento de forma sensível a crianças e famílias com obesidade, e tomar medidas para abordar o preconceito relacionado ao peso com seus funcionários, em seus ambientes clínicos e nas comunidades mais amplas, os profissionais de saúde pediátricos podem fazer mudanças importantes na cultura dos cuidados a crianças com obesidade.
Com esses esforços combinados para reduzir o preconceito relacionado ao peso, as intervenções podem ajudar e capacitar os pacientes de forma mais eficaz para melhorar a saúde deles com relação ao peso", concluem os autores.

Fonte: Medscape
Troy Brown
Brasil dará droga de 1º mundo para combater câncer com metástase
Foto: reprodução / Green-Mom
O SUS vai oferecer um remédio de primeiro mundo para combate ao câncer de mama com metástase – quando a doença se espalha pelo corpo.

O Ministério da Saúde oficializou, no Diário Oficial da União desta semana, que vai disponibilizar gratuitamente na rede pública o pertuzumab, para mulheres diagnosticadas com tumores metastáticos tipo HER2-positivo.

O governo tem 180 dias para disponibilizar o medicamento nos centros de tratamento.

Em agosto, o Diário Oficial da União anunciou a liberação de um outro remédio, o trastuzumab – antes empregado apenas em casos iniciais de tumor, também para mulheres em metástase.

Administrados juntos, o pertuzumab e o trastuzumab são uma grande esperança! Podem significar mais cinco anos de vida às pacientes.

Primeiro mundo

O anúncio foi recebido com entusiasmo por médicos e sociedades especializadas e de pacientes.

“Poucos países têm, para a população inteira, esse tipo de tratamento”, comemora o oncologista Gustavo Fernandes, diretor da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica e coordenador do Hospital Sírio-Libanês em Brasília.

“Saímos de uma posição de absoluto esquecimento dessa doença e passamos para um nível de primeiro mundo”, disse.

“Agora, essa mulher que tem o diagnóstico de câncer de mama HER2-positivo vai ter o melhor tratamento que existe para o caso dela. E isso é muito legal. Ficamos muito felizes”, disse o especialista.

O tratamento

O pertuzumab é geralmente usado em combinação com o trastuzumab para potencializar o seu efeito.

Testes feitos no Reino Unido mostraram que o pertuzumab em combinação com outro medicamento conseguiu reduzir tumores de câncer de mama em apenas 11 dias, como mostrou o SóNotíciaBoa em 2016.

O tratamento apresentado na Conferência Europeia de Câncer de Mama, em Amsterdam, na Holanda, no mesmo ano, deixou especialistas espantados com os dados apresentandos. Relembre aqui

“É como se ele impedisse que o tumor criasse resistência ao trastuzumab”, explica Gustavo Fernandes, diretor da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica e coordenador do Hospital Sírio-Libanês em Brasília.

40% de resposta

Um estudo de fase II NeoSphere mostrou, em 2015, que 40% das pacientes tratadas com a combinação das duas drogas tinham resposta patológica total ao tratamento até o momento da cirurgia (nenhum nódulo detectável), contra 21,5% das medicadas apenas com trastuzumab e quimioterapia comum.

Ainda segundo o oncologista, os cinco anos a mais de vida proporcionados pelo tratamento combinado dão qualidade e bem-estar às pacientes.

“É um tempo significativo a mais de vida e um tratamento com efeitos colaterais moderados, muito diferentes dos da quimioterapia”.

Legislação

O paciente com neoplasia maligna tem amparo legal na Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012, e na Portaria 876, de 16 de maio de 2013 e deve receber o tratamento.

O prazo para início do tratamento no SUS é de até 60 dias, contados a partir da data do diagnóstico.

A adoção da “nova” droga – ela é aprovada pela Anvisa para uso e comercialização no Brasil desde 2013 –, aliada ao uso do trastuzumab – liberado desde agosto, de acordo com o Diário Oficial da União – pode significar mais cinco anos de vida às pacientes.

Com informações do Diário Oficial da União e Metrópoles
http://www.sonoticiaboa.com.br/

Lesões penianas - Dr. Rafael Arruda (Médico Urologista)

As Glândulas de Tyson produzem uma secreção lubrificante para o pênis. Se apresentam como pequenas estruturas no pênis que ficam entre a glande e o prepúcio e se parecem com espinhas esbranquiçadas. É uma estrutura normal desse órgão, sendo confundidas, às vezes, com doenças sexualmente transmissíveis. Quando há secreção abundante dessas Glândulas há formação do “smegma”, que lembra uma “massa branca”.

Consulte um Urologista

Mortes por câncer aumentam no Brasil - Dr. Diego Bezerra (Cirurgião Geral - Cirurgião Oncológico)

Atualmente, o câncer é a segunda causa de morte por doença, no Brasil e no resto do Mundo. Os motivos que levam ao grande número de casos são o aumento da expectativa de vida da população em geral associada à maior exposição a fatores de risco. Para barrar esse crescimento é preciso estimular a descoberta da doença em um estágio ainda inicial e, assim, aumentar as chances de cura. 


 
visite o site: http://www.drdiegobezerra.com.br

Reflexão da Semana


domingo, 10 de dezembro de 2017

Brasileiros desenvolvem vacina contra câncer de pele

Foto: Reprodução EPTV

A notícia boa contra o câncer de pele, vem do Brasil.

Pesquisadores do Laboratório Nacional de Biociências – LNBio, no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais – CNPEM, em Campinas SP, descobriram uma vacina contra a doença.

Os brasileiros desenvolveram uma imunização que é capaz de destruir as células malignas e também evitar um novo aparecimento da doença.

A vacina deve ser testada em humanos nos próximos meses.

O câncer de pele é o de maior incidência no Brasil, responsável por 30% dos tumores malignos. São mais de 170 mil novos casos por ano, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Vacina

Os pesquisadores do CNPEM trabalham no desenvolvimento desta vacina há seis anos.

Usando células cancerígenas modificadas geneticamente, eles conseguiram chegar a uma formulação, testada em camundongos que desenvolviam tumores.

Três linhagens diferentes de células de cânceres foram usadas para compor a imunização.

A substância fez o sistema imune dos animais identificar as células malignas e o próprio organismo deles criou anticorpos do tipo “Linfócitos T”, que são proteínas presentes nos glóbulos brancos do sangue, para eliminar os tumores.

Os camundongos foram acompanhados durante um ano e, nesse período, novos cânceres não apareceram.

“Nós efetuamos um novo desafio nesses animais, eles receberam novas células tumorais derivadas deles mesmos e nós verificamos que esses tumores não conseguiram se desenvolver nos animais vacinados”, explica Bajgelman.

O estudo, já divulgado em uma revista científica internacional, deve testar a eficácia da vacina em células humanas nos próximos meses.

Recomendações

Até que esteja disponível no mercado, a recomendação de especialistas é o uso frequente e diário de protetor solar.

Para quem trabalha sob o sol, a dermatologista Elisangela Pegas recomenda o uso de chapéus.

A exposição ao sol deve ser evitada entre 10h e 16h.

“Ao longo do dia, esse protetor deve ser reaplicado em todas as áreas que estejam fora da roupa. Além disso, o uso de chapéu, para pessoas que trabalham em áreas externas, que ficam muito expostas, chapéus de abas largas, o uso do óculos de sol. E existem, inclusive, roupas apropriadas com proteção contra os raios ultravioleta”, alerta.

Com informações do G1
www.sonoticiaboa.com.br

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Lançamento do livro Rotinas em Pediatria da Santa Casa de Sobral

Na noite desta quinta-feira (07/12) aconteceu a solenidade do lançamento do livro Rotinas em Pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, tendo como organizadores o médico pediatra Dr. Domingos Barros e a médica residente em Pediatria/SCMS-UFC, Drª Natalya Vitorino, além da contribuição dos médicos pediatras: Drª Livia Albuquerque, Dr Manoel Guedes, Drª Julieta Frota, Dr. Pedro Olivar Magalhães, Drª Juliana Pinto, Drª Izabela Galdino, Dr. Plutarco Parente, Drª Silvana Maria de Sousa, entre outros, e das médicas residentes (R2) do serviço Drª Nathalya Menezes e   Drª Thaís Erich.
Momento do brinde dos colabdo livro oradores em comemoração ao lançamento da publicação
 A publicação conta, ainda, com a contribuição de artigos de médicos de outras especialidades médicas como o Dr. Mário Timbó (dermatologista), Drª Christiane Nobre (reumatologista), Drª Patricia Rosa (infectologista) Dr Daniel Gomes, Victor Callado e Dr. Paulo Renan (ortopedistas), Dr. Dylvandro Lima (pneumologista),  bem como de ex-residentes da Pediatria/SCMS, ex-acadêmicos e acadêmicos do Curso de Medicina da UFC/Sobral, além de rotinas voltadas para Nutrição, Enfermagem, Farmácia e Psicologia.
Drª Livia Albuquerque, Drª Natalya Vitorino, Dr. Domingos Barros e Drª Nathalya Menezes
O momento foi prestigiado pelos médicos pediatras e médicos residentes do Programa de Pediatria. A Santa Casa foi representada pelo seu diretor técnico, Dr. Cristiano Araújo Costa, e a Universidade Federal do Ceará (UFC), em Sobral, foi representada pelo coordenador do Curso de Medicina de Sobral/UFC, Prof. Dr. Juvenal Linhares. Na oportunidade,  as médicas residentes do Programa de Pediatria da Santa Casa, Drª Natalya Vitorino e Drª Nathalya Menezes, e a Drª Lívia Albuquerque prestaram homenagem ao Dr. Domingos Barros, pela dedicação e pelo trabalho realizado como organizador da publicação. 
Dr. Juvenal Linhares, representou a UFC em Sobral, Dr. Cristiano Araújo Costa representou a Santa Casa
Conforme prefácio da publicação, o livro tem a finalidade de ser um importante instrumento para orientação e conhecimento das principais rotinas na assistência infantil realizadas na Santa Casa.
 
"A  nossa especialidade lida com muita situação única, avaliação do crescimento e devido a grande variação de normalidade se torna muito complexa. Diante de tudo isso, o profissional pediatra não é apenas aquele que conhece doenças de criança, e sim aquele que consegue ver a criança diante de uma diversidade de situações. É um livro para ser usado, não apenas na Santa Casa, mas em todos os hospitais e equipamentos de saúde da nossa região", ressalta Dr. Domingos Barros, organizador da publicação.
Dr. Nilton César, Dr. Pedro Olivar, Dr. Domingo Barros e Dr. Plácido Arcanjo no lançamento do livro
O livro Rotinas em Pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Sobral contou com o apoio do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE) da Santa Casa, Universidade Federal do Ceará (UFC) e Unimed/Ceará.
Drª Alice de Queiroz e Dr. Domingos Barros no lançamento do livro
 Registro do Momento